"Confiamos que a EventKey, com as soluções e funcionalidades que apresenta, vai consolidar-se no mercado interno e também internacional"

 
By Team EventKey

Arregaçamos as mangas e pusemos em marcha a maior revolução na imagem da EventKey. Tratamos de arrumar a casa, com a segmentação dos produtos e soluções que diariamente disponibilizamos aos nossos clientes.

Aproveitamos e desafiamos os nossos CEO’s e fundadores, Urbano Machado e Pedro Santos , para numa curta conversa, darem-nos algumas ideias do que aí vem.

Pergunta: O que levou a EventKey a mudar a identidade visual nesta altura?

Urbano Machado: São vários os motivos. Durante muito tempo, quase não tínhamos tempo para respirar, porque queríamos mais, mais e mais funcionalidades, e fomos deixando a identidade visual um pouco de lado.
Passados 8 anos do arranque da EventKey, e depois de consolidados os produtos e as funcionalidades, foi a altura certa para dedicar tempo à identidade e organização visual. 

Todo o nosso material terá a mesma face, será muito mais fácil e confortável para os nossos clientes e parceiros conhecer e interagir connosco, porque independentemente do veículo (website, redes sociais, newsletter, propostas, soluções e produtos) a estrutura, identidade e imagem é a mesma.

Pedro Santos: Já diz o ditado “Casa de ferreiro espeto de pau”, mas na verdade era inadiável, é uma coisa que sentíamos que era urgente e foi desta. Mas não é só a identidade que estamos a mudar, estamos a mudar a forma de apresentar os produtos e a estruturar serviços aos clientes.

Queríamos rever-nos numa identidade gráfica nova e fazer a reestruturação comercial dos produtos, creio que conseguimos alcançar esse objectivo.

P: Qual o propósito da mudança?

UM: Queremos que nos “leiam” mais facilmente, queremos que “conheçam” os nossos produtos e soluções de uma forma mais limpa e simples, queremos no fundo mostrar aquilo que realmente somos, mas que até então tinha várias faces e imagens. Organizamos e pintamos tudo da mesma forma. Na verdade, até para nós internamente, ficou mais confortável e organizado.

PS: A EventKey continua a ser a mesma empresa e com o mesmo ADN, mas a alteração visual era essencial para cativar mais pessoas para convidá-las a conhecer-nos melhor.

Por outro lado é-nos muito importante desmistificar a EventKey e dar a conhecer os nossos produtos e serviços de forma muito mais clara.
Outro objetivo é alcançar o mercado internacional, vamos ter o lançamento de todos os conteúdos também em inglês.

P: Em que medida a imagem reflete o posicionamento da marca?

PS: A imagem é um cartão de visita do que fazemos.

UM: Sempre tivemos extrema confiança nas nossos produtos e soluções, mas sem uma identidade visual, era mais difícil para os nossos parceiros e clientes, perceber quem somos e o que fazemos.

Com este trabalho que foi feito, estamos confiantes que a marca, as soluções e funcionalidades da EventKey, vão consolidar-se muito mais facilmente no mercado.
Queremos sem sombra de dúvida “step in to the next level”.

P: Mas nem só de rebranding se fez a mudança da EventKey, estão a desenvolver novos projetos e produtos? Falem-nos um bocadinho disso

UM: A nossa evolução é constante e sempre muito atentos às necessidades do mercado. Vamos avançando em tudo que identificamos que o mercado venha a necessitar, mas também estamos muito receptivos a necessidades pontuais (as vezes até urgentes) dos clientes.

É curioso, mas algumas funcionalidades surgiram de uma necessidade pontual, que depois de amadurecida, se torna numa funcionalidade principal. O nosso ADN tem bem marcado um apoio muito direto ao cliente. Não vivemos bem sabendo que podíamos ter feito algo mais para o evento correr bem, por isso, tudo que esta ao nosso alcance o cliente pode e deve contar connosco.

PS: Na verdade estamos sempre a desenvolver, é difícil dizer o que é novo e o que não é. Vivemos muito do feedback dos clientes e do que sentimos que é necessário fazer para melhorar a vida nos eventos.

Mas em termos macro (e na ressaca da COVID), temos apostado muito nas WebApp e MobileApp, é um produto já extremamente maduro já com respostas para quase tudo que se pede.

Por outro lado, com a retoma do presencial, onde já éramos muito fortes com o software de gestão, temos feito muitas melhorias no “quality of life” e na usabilidade do software, bem como vários outros módulos em desenvolvimento.
A web app/mobile app ainda reflete a retoma, tornou-se parte integrante dos processos presenciais, temos desenvolvido imenso em módulos de networking presencial, troca de contactos, check-in automático, questões em sessão, votações, avaliações, B2B, etc.

P: Estão a falar de projectos e soluções novas?

UM: Temos alguns novos projetos em curso: Slide Desk híbrido, os E-Posters integrados, Postos de check-in e controlo de acessos pré-montados, Website do evento integrado, Academia EventK, entre outros, mas não vou agora detalhar muito.

Temos uma nova forma de comunicar, e por isso todos os detalhes destes projetos chegarão aos nossos parceiros e cliente de forma atempada, simples e até divertida.

P: Como está a ser retoma dos eventos? Vão continuar apostar na vertente virtual?

PS:  A retoma dos eventos, está bastante interessante. Se em 2020 passamos do 100% presencial, para 100% online, hoje em dia, e acredito que no futuro também, a vertente presencial e virtual misturam-se com bastante harmonia.
Mas confesso que tenho preferência por evento híbridos, é muito interessante ver que onde quer que o participante esteja, consiga interagir com o evento e com os restantes participantes através da WebApp e MobileApp do evento.

UM: Muitas vezes, quando estamos a dar suporte no Helpdesk, recebemos pedidos de: “I ‘m not feeling well physically, I can follow the event in the room”. “Off course, let me change your attendance mode on the system, and, 3 seconds after it’s done”.

A vertente exclusivamente virtual está bastante bem apetrechada de funcionalidades e interação online, aquilo que investimos mais agora é na interação e combinação de funcionalidades entre virtual e presencial.

P: O que pode esperar o mercado nacional e também o mercado internacional da EventKey?

UM: Portugal é um mercado muito interessante, com grandes eventos e estamos muito atentos a ele, mas queremos mais, até porque nos vários trabalhos internacionais que já fazemos, recebemos muitas vezes o feedback de que as nossas soluções se posicionam muito bem.
Brasil e Reino Unido, serão as nossas maiores apostas, mas na verdade estamos abertos ao mundo inteiro. Estejam atentos

PS: Umas das vantagens do software online é que pode ser usado em qualquer lugar do mundo, sabemos que é uma oportunidade, sabemos que temos estofo para qualquer situação, estamos confiantes.
Estamos a trabalhar num plano de marketing para Portugal, pois pretendemos crescer mais no mercado nacional e queremos continuar com as parcerias de sucesso que temos com os nossos clientes.

No internacional, estamos a trabalhar de momento noutros mercados e procurar parceiros no Reino Unido, Brasil e nos Estados Unidos, mas ainda é um “work in progress”.

Porto, 13 de Outubro 202